BOLSA FAMÍLIA SALVADOR – algumas famílias podem perder bolsa

A falta de reconsideração cadastral conseguirá realizar com que famílias de 11 mil alunos percam o beneficiamento do Bolsa Família. De acordo com a Secretaria Municipal de Pedagogia (Smed), mais de 11 mil alunos entre 6 e 17 anos não mostraram abarrotado de escolaridade, comunicando em qual academia estudam.

Todos os beneficiários que receberam anunciação no extrato de pagamento para corporificar a reconsideração cadastral, ou que não atualizaram os dados do arquivo ao longo os últimos 2 anos, abrange até o dia 15 de dezembro para acontecer o técnica.

A reconsideração cadastral acontece a cada 2 anos para garantir a preservação da bonificação. Além de atestar a inscrição em uma artigo aluno, o beneficiado precisa abarrotar a frequência do aluno nas aulas a cada bimestral, que precisa ser de 85% para crianças de 6 a 15 anos e de 75% para adolescentes de 16 e 17 anos.

Bolsa Família na Bahia

Na capital baiana são 131.163 estudantes, dentro do público-alvo do programa. Destes, 46.119 estudam em escolas municipais, 33.039 em escolas estaduais e 41.005 em escolas privadas.

Até esse mês, Deus possuía 178.196 famílias com vantagens ativos. Quem não corporificar a reconsideração cadastral, terá o valor bloqueado ou cancelado.

Quem tiver pendências cadastrais ou quem não participou da reconsideração cadastral nos 2 últimos anos são capazes de aparecer aos postos de atendimento. São eles:

Cartão Bolsa Família 2017

  • Matriz da Secretaria de Acessão Civil e Batalha à Aridez (Semps), na Rua Miguel Calmon, Comércio, nº 28 – Loja;
  • Acessório ao Associação Imeja, na Rua Abelardo de Carvalho, 141, Boca do Rio;
  • Prefeituras-Bairro Centro/Brotas, Itapuã/Ipitanga, Município Baixa, Cajazeiras, Subúrbio/Ilhas, Barra/Pituba, Liberdade/São Caetano, Valéria, Pau da Lima e Cabula/Tancredo Neves;
  • Agências da Coelba dos bairros da Liberdade, Periperi, Itapuã e Pirajá; e Alicerce Lar Equilíbrio, em Piatã.

Para quem realizou o agendamento, o atendimento está sendo executado no Agrupamento de Atendimento Jurídico (NAJ) do Centro comercial Baixa dos Sapateiros, na Rua J.J. Seabra, 111, Baixa dos Sapateiros.

O que é o Bolsa Família

Cadastro Bolsa Família 2017

O Bolsa Família pagamento transfere renda de modo direto para famílias que necessitam de complementação de renda e de abrandamento mais imediato da aridez. Categorias familiares com renda por indivíduo entre R$ 0 e R$ 170 mensais, a partir de que tenham, em sua composto gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos são capazes de realizar parte do programa do governo federal.

A compilação é realizada por um sistema do Ministério do Progresso Civil a começar por dados que as famílias informam no CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que é de responsabilidade dos municípios.

Os beneficiários recebem um cartão de depredação, o Cartão Bolsa Família, que é apóstolo para a apartamento pelos Correios. Além do cartão, a família recebe um panfleto edificante explicando como acelerar o cartão, o tabela de saques e outras informações.